quinta-feira, 25 de agosto de 2011

"Quem sou como professor e aprendiz"

Diante deste novo cenário e da necessidade de educar os alunos para lidar com as características da sociedade atual, reflita sobre o tema "Quem sou como professor e aprendiz" e explicite seu relato produzindo um pequeno texto.

57 comentários:

  1. Quem sou como professor e aprendiz?

    “Sem a curiosidade que me move, que me inquieta, que me insere na busca, não aprendo nem ensino.” (Paulo Freire)

    Estamos vivendo um tempo de grandes mudanças e o mundo tecnológico talvez seja o marco da transformação. Vejo o mundo virtual como a personificação do professor, uma vez que este profissional é o responsável pela formação de opinião e conhecimento. Pensando assim, a virtualização traz as ferramentas, que se bem utilizadas, provocam o conhecimento sistematizado.
    Diante desse mundo globalizado cabe ao professor desenvolver uma prática interativa e compatível com as mudanças. O saber deverá atrair novos paradigmas às diferentes formas de ensinar, resultando numa aprendizagem efetiva. A produção do saber deverá ser vista com compromisso profissional e respeito aos sistemas culturais.
    A exigência de aprender continuamente ao longo da vida implica num desafio, pois não se trata apenas de ter acesso as novas tecnologias, mas de como adequa-las satisfatoriamente a rotina do professor, tornando-se uma eficiente ferramenta no trabalho educativo. Talvez esse seja hoje um dos maiores ofícios do professor. A este profissional cabe a incessante tarefa de formar cidadãos autônomos na produção de conhecimentos necessários a uma vida prodigiosa.
    O uso das novas tecnologias tem trazido ao professor deste século a bagagem necessária para a formação de novos saberes e porque não dizer, de um novo tempo... Tempo este que promete aos que querem, aos que precisam, aos que tem sede do verdadeiro sentido de educar.

    Nome: Nilma Léssia Martins E. E. João Alcântara

    ResponderExcluir
  2. Vivemos em uma atualidade a qual as novas tecnologias estão presentes cada vez mais em nossas vidas e por que não usá-las para melhorar as nossas práticas educacionais? Depois da realização deste courso "Conhecendo as novas TICs" percebi que a aula se torna mais interessante quando você utiliza uma ferramenta dessas. Inovar não é somente levar os alunos para sala de informática, mas sim utilizar recursos tecnológicos para enriquecer as aulas como um vídeo sobre o pleonasmo ou preservação do patrimônio escolar. A aula se torna mais interessante quando o educando tem a oportunidade de visualisar o conhecimento do que quando este é transmitido através de explicações. Tudo aquilo que visualisamos, ouvimos e escrevemos é mais fácil de aprender do que quando só ouvimos.Não podemos perder tempo, pois precisamos usar todos os recursos tecnológicos que a escola disponibiliza para tornar as nossas aulas mais atrativas.
    Érica Rodrigues
    E.E.Professor José Américo Barbosa
    Mato Verde - MG

    ResponderExcluir
  3. Sou educadora e acredito que o aluno somente desperta o interesse pelo conhecimento se o mesmo aguçar a sua curiosidade. Logo, o conhecimento aliado à curiosidade é ferramenta imprescindível ao processo de ensino aprendizagem.
    Atualmente o sistema educacional contemporâneo exige que o aluno tenha acesso a diferentes formas culturais de representação do pensamento, assim sendo as práticas em sala de aula devem permear diferentes âmbitos culturais, sempre dentro das possibilidades tecnológicas de cada instituição.
    No decorrer da prática pedagógica é extremamente necessário que o professor mantenha ações democrática e interativas na construção do conhecimento. E assim a partir de trocas de experiências e a humanidade no trabalho educacional é possível transformar o conhecimento em algo significativo para o aluno.
    E enquanto aprendiz busco constantemente transformar o conhecimento e aliá-lo sempre que possível as necessidade educacionais, visto que não existe conhecimento pronto e definido, mas um meio de transformá-lo conforme as novas descobertas estabelecidas ou criadas pelo sistema.
    A aprendizagem é algo fascinante quando trabalha-se com crianças, pois vemos nos seus olhinhos a gratidão depois de tanto esforço, enfim, chega a conquista de algo tão significativo, sentimento que palavras não conseguem expressar. Somente quem já teve essa oportunidade de direcionar o conhecimento pode entender.
    Portanto ao oportunizarem a experiência de um ambiente escolar sentirão a gratificação de ter conduzindo crianças ao poder. Conhecimento é poder, logo enquanto educadores queremos excluir essa vertente “submissa” que permeiam algumas pessoas e as impedem de expressarem enquanto portadores de vez e voz.
    Josimara Almeida Domingues
    E.E. Irênio Pinheiro - Mato Verde

    ResponderExcluir
  4. Quem sou como professor aprendiz?
    Sou uma professora que busca preparar os alunos para as novas tecnologias,desenvolvendo uma aula interativa.Aperfeiçou meus conhecimentos pela internet,levo para sala de aula atividades diversificadas das disciplinas trabalhadas.
    Quando preciso fazer mudanças na forma de ensinar,não tenho receio em buscar ajudar com os outros professores
    Hoje com a globalização é necessário que nós educadores mudemos o nosso perfil, pois precisamos estar sintonizados com os recursos informatizados.
    Nós profissionais da educação precisamos de informações generalizadas e abrangentes,necessitamos trabalhar com os alunos a formação da consciência além da disciplina específica.
    Na minha vida como professora,busco um entrosamento maior com as tecnologias,utilizando nas atividades diárias com meus alunos.
    Sempre procuro conquistar a confiança do aluno e mostrar para ele que não estou alí somente para ensinar,mas também para aprender junto com ele e que seus conhecimentos e experiências da vida são muitos importantes.

    ResponderExcluir
  5. Como educadores somos eternos aprendizes. Diante do imenso conhecimento dos nossos alunos, é necessário que o professor reflita sobre a sua ação pedagógica, priorizando o uso das inúmeras tecnologias existente, desenvolvendo um trabalho mais atrativo e amplo

    ResponderExcluir
  6. Liziane Kristine Marques25 de maio de 2011 10:53

    O trabalho foi realizado pela professora Liziane,Nice e a diretora Ninha.
    Assunto : recursos renováveis e nao renováveis
    Os alunos assistiram um vídeo sobre o assunto fizeram comentários.Levaram atividades para casa a respeito do assunto.
    O trabalho foi um sucesso.

    ResponderExcluir
  7. Um novo panorama social vem se apresentando atualmente, uma mudança de civilização, mentalidade e cultura o que nos confere novos pensamentos, novas técnicas e formas de construção de conhecimento.
    A nova escola não é mais a detentora e transmissora de todo o “conhecimento”,o professor não mais ensina, ele é um incentivador e orientador na busca de informações que devem servir como base para a construção colaborativa do conhecimento, onde os saberes não são mais estáticos, e sim dinâmicos. Nesta realidade, há um desafio o qual venho tentado superar. Acredito-me uma professora aprendiz, quando desperto a curiosidade dos meus alunos para a busca de informações não apenas no ambiente escolar, e também busco prepará-los para o uso de novos sistemas culturais de representação do pensamento, com as tecnologias que têm disponíveis.
    Hoje em dia, os professores aprendem ao mesmo tempo em que os estudantes. E isso não diminui o valor do professor, muito pelo contrário, temos aí uma grande e infindável tarefa, pois além de dominarmos os saberes (disciplinares) e as competências pedagógicas, trocamos experiências com os colegas, para produzir e reformular conceitos, mudar a forma de ensinar. Esta sou eu, professora e aprendiz. Aprendendo a construir novas competências de incentivadora da aprendizagem e do pensamento, uma animadora da inteligência coletiva, uma gerenciadora dos aprendizados, incentivando o intercâmbio dos saberes, através do uso das novas tecnologias e não apenas decorando regras.
    Vânia Maria Fagundes Barbosa
    E.E. Irênio Pinheiro - Mato Verde

    ResponderExcluir
  8. Eu sou Neves uma professora que sempre estou a procura de algo para despertar a curiosidade de meus alunos. Procuro trabalhar com atividades como caça palavras, cruzadinhas, jogos e também gosto de atividades que os façam parar, refletir para responder aquilo que esta sendo aplicado. Estou sempre interagindo com meus alunos onde posso ensinar e aprender com os mesmos ao mesmo tempo.
    Neves
    Busco desenvolver uma pratica onde sempre estou em interação com meus alunos, aprendo muito com eles e minhas colegas de trabalho. Essa interação é muito importante e sempre me leva a repensar na minha prática pedagógica. Procuro refazer aquilo que não está sendo válido e inovando aquilo que está sendo proveitoso para meus alunos.

    As mudanças estão sempre acontecendo e temos que acompanhar. As vezes com certo receio mas vamos descobrindo que é bom e que vale a pena mudar.

    ResponderExcluir
  9. A aula que planejada com o tema Fábula O leão e o ratinho foi muito interessante. Os alunos se envolveram bastante. Alguns já conheciam a fábula e a partir daí a turma foi se envolvendo e houve uma grande participação dos mesmos.
    Primeiro foi feita a sondagem, depois foi feita a apresentação da fábula para os alunos com a leitura de todos. Fizemos a interpretação oral e a escrita e uma produção de textos.
    E como encerramento ao invés da fábula ter sido apresentada no data show, o que não foi possível, eu trouxe meus alunos para o laboratório de informática e a fábula foi apresentada no computador.
    Foi muito gratificante pois pude ver a alegria e o interesse de meus alunos e isso superou as minhas expectativas percebendo assim que a tecnologia deve caminhar junto com o desenvolvimento de meus trabalhos para um melhor desempenho dos mesmos.
    Neves

    ResponderExcluir
  10. Marlene Nogueira1 de junho de 2011 21:16

    Valores edificam a vida
    Sou professora do Ensino Religioso, faço o que gosto.Nesta oficina sobre as tecnologias da informação e comunicação aprendi muito e gosto de estar em constante aprendizagem, sempre inovando,revendo e melhorando a cada dia.
    Agradeço a Juliana e Anderson pelo carinho dedicado a nós da escola João Alcântara e dizer-lhe que com certeza os objetivos foram alcansados pois vieram nos estimular a utilizar melhor as tecnologias na sala de aula.
    Um grande abraço a vocês.
    Marlene Nogueira
    E.E.João Alcântara
    Porteirinha

    ResponderExcluir
  11. A prática que desenvolvo é bastante interativa (creio eu), permito que meus alunos perguntem, analisem e questionem o assunto estudado. Faço várias dinâmicas para que esse momento retrate e aguce sua curiosidade, visto aprender é fundamental e é para isso que vieram à escola. Mudar a minha forma de repassar os conhecimentos é meu objetivo maior. Enfim, só serei uma educadora completa se meu aluno demonstrar isso na prática e se isso me fizer realmente feliz.

    ResponderExcluir
  12. Olá colegas passei só para dar um oi, como sempre estamos abarrotados de serviço, mas vida de professor é assim, só correria. Na escola onde trabalho vai ter um festão é o Arraial do Cumendado Viana. Passa lá no blog do Comendador viana,é bom demais uai.Abraços.

    ResponderExcluir
  13. oi! colegas.deixo aqui meu depoimento, sobre quem sou como professor e aprendiz : No cotidiano do meu traabalho como educadora, procuro estar sempre inovando, pesquisando e buscando novos aprendizados, para que assim, eu possa exercer o papel de mediador do conhecimento dentro da sala de aula. Um abraço! Da colega Hebe santana Neris, E.E.Comendador Viana Espinosa/MG

    ResponderExcluir
  14. Ser professor é ser aprendiz.
    É, acima de tudo, buscar despertar no aluno o desejo pelo aprendizado geral, preparando-o para a sociedade através das diversas formas de conhecimento; é desenvolver no mesmo capacidade de ler e entender o mundo que o cerca e ajudá-lo a desenvolver todo seu potencial como cidadão. É isso que tento ser como educadora...
    Alex Sandra s. Castro Cruz
    E.E. Comendador Viana

    ResponderExcluir
  15. ser professor é desenvolver no aluno, valores que eles levarão por toda sua vida. É despertar vontade ler, escrever, criar de ver um mundo colorido através da escrita e da leitura. É ajuda-ló a desenvolver suas capacidades próprias, é ser mediador da aprendizagem é ajudar a construir um mundo melhor!

    ResponderExcluir
  16. Quem sou eu como professor aprendiz?
    Enquanto estive na regência procurei despertar nos meus alunos o interesse na aprendizagem, com aulas criativas.
    Trabalhando sempre com a realidade dos alunos.
    Sempre tive vontade de utilizar recursos tecnológicos porém nunca fiz uso por medo ou receio de não saber utilizar. Como professora alfabetizadora ensinei e aprendi junto com os meus alunos.
    As mudanças são necessárias e tenho procurado estar atualizada.
    Hoje estou trabalhando na biblioteca e aprendendo uma nova maneira de estar em contato com os alunos que é através do hábito da leitura

    ResponderExcluir
  17. No mundo globalizado em que estamos inseridos, a cada momento surgem novas informações, novas tecnologias, novos conhecimentos. Isso faz com que eu, professora, seja um eterno aprendiz, sempre em busca das atualizações e do novo. Não posso permanecer estagnada. Há uma necessidade de acompanhar tudo o que está acontecendo a minha volta.

    A minha prática educativa deve ser permeada de novos recursos que despertam a curiosidade dos alunos, por isso deve ser bem planejada e cheia de motivação.

    Os alunos com os quais lido atualmente estão a todo momento envoltos por novas tecnologias. Em vista disso, a escola precisa estar atenta a essa realidade. E eu como professora, como mediadora entre o conhecimento e o aluno, procuro desenvolver uma prática educativa onde o aluno tenha oportunidade de expressar suas experiências, expor suas ideias e participar ativamente do processo ensino aprendizagem. Nesse contexto, as novas tecnologias servem como recurso pedagógico, fonte de pesquisa e meio de comunicação.

    E importante ressaltar que, como professora tenho muito que aprender com meus alunos, e assim passo a ser parendiz diante deles.


    "A educação é a arma mais poderosa
    que você pode usar para mudar o mundo."

    ResponderExcluir
  18. Diante das novas tecnologias torna-se imprescindível o incentivo a leitura para possibilitar a um bom leitor a capacidade de criar e escrever um bom texto. Ler é viver, é estar inserido junto aos personagens é torcer pelos seus herois, é viajar no mundo das histórias.

    ResponderExcluir
  19. Quem sou como professor e aprendiz ?




    Sou uma simples professora,que procura todos os dias participar efetivamente da vida
    dos meus alunos,procurando a melhor forma de ensinar. Não somente em calcular ou vencer os desafios matemáticos,mas propiciar o desenvolvimento da capacidade de ver o mundo de forma significativa,dando suporte para lidar com as situações do dia a dia.
    Procuro criar momentos de reflexão que favoreçam a compreensão da complexidade do mundo. Através das experiências vividas no cotidiano,ouço sempre meus alunos ,suas idéias,seus anseios,seus medos...
    E o bate papo se faz necessário,para que as aulas não fiquem monótonas,é uma troca de ensinar e sinto-me segura em poder proporcionar a todos eles segurança,amizade ,autonomia e prazer para aprender e na busca de novas aprendizagens.

    ResponderExcluir
  20. Como sou professora de educação fisica desperto sempre a curiosidade sobre os esportes, sobre atividade fisica e também sobre saude.Busco desenvolver sempre a participação dos alunos nas aulas, com novas ideias, ouvindo sugestões e aprendendo cada dia mais com os alunos e colegas. Sendo assim através destas sugestões e troca de idéias com os alunos e colegas procuro melhorar as minhas aulas, ensinando de maneira mais dinamica e criativa na busca de resultados satisfatórios.

    ResponderExcluir
  21. Eu como professora me sinto diante deste novo desafio um pouco perdida pois a tecnologia vem cada vez mais se inovando e muitas das vezes eu não consigo acompanhá-la. Mas percebo que o educador precisa estar à altura de seu tempo. Por isso procuro sempre me inovar passando de professor para aprendiz, buscando informações atualizadas que me ajudem a criar aulas atrativas para que eu consiga despertar nos meus alunos o gosto por aquilo que estou ensinando.
    Nestas ultimas décadas as escolas vem buscando sempre novos recursos tecnológicos, fazendo com que os professores tenha acesso aos mesmos para usar de forma criativa e inovadora dentro da sala de aula.

    ResponderExcluir
  22. Sou professora a mais de 15 anos, e repensando a minha pràtica em sala de aula diante dos avanços tecnológicos, senti a nessecidade de me aperfeiçoar e desenvolver maneiras de levar os conhecimentos aos alunos .


    Para que as minhas aulas sejam dinàmicas e interativas , crio estratègias e situações de aprendizagem significativas propiciando o desenvolvimento da capacidade de ler e interpretar o mundo.

    ResponderExcluir
  23. QUEM SOU COMO PROFESSOR E APRENDIZ?





    Sou professora de educação física, bastante estrovertida, dinâmica. Busco sempre preparar meus alunos para os jogos e ensinando eles sempre a competir de forma leal e honesta. E dando a eles a liberdade de expressão para que possamos juntos chegar a um concênço nas aulas de educação física. E nesse bate bola com os alunos eu sempre saiu com algo novo que eu posso melhorar nas aulas.
    Sempre é necessário que haja mudanças nas aulas para não ficar monotonas e desistimuladas. Gosto de inovar e aprender sempre.



    GLÁUCIA CASTRO.

    ResponderExcluir
  24. Quem sou como professora e aprendiz?


    O conhecimento é algo que deve ser partilhado, porque quando não partilhamos o que sabemos, fica no esquecimento.
    Para nós, professores, um desafio é lançado diariamente: o de ensinar e o de aprender.
    De ter a simplicidade de passar para o outro aquilo que conhecemos e a humildade de reconhecer o quanto ainda podemos conhecer e aprender. E este aprendizado pode ser adquirido de diversas formas e com diferentes pessoas.Com o nosso colega e também com o nosso aluno.
    Se ensinar é uma arte, aprender também é.
    Porque muitos aprendem além daquilo que lhe é ensinado.
    E hoje em meio a tantas tecnologias, uma coisa tenho certeza: Tenho muito a aprender.

    Jovana
    Escola Estadual Alcides Mendes da Silva

    ResponderExcluir
  25. Milva R. O. Mendes1 de julho de 2011 22:00

    Como sou como professora e aprendiz?

    Sou uma professora que busco preparar meus alunos para a vida, me preocupo não só com a formação acadêmica, mas também com a formação para a cidadania, sendo assim, reflito muito sobre o meu planejamento, fazendo primeiramente um diagnóstico da turma com a qual vou trabalhar durante o ano, o que devo aplicar em sala de aula, o que é mais importante para os educandos, na tentativa de responder positivamente a todas as expectativas geradas por eles no início do ano letivo.
    Tento de todas as maneiras me aproximar o máximo dos alunos, para adquirir o respeito e a confiança de que é necessário para um bom relacionamento interpessoal, tenho conseguido nos meus mais de vinte anos de docência, obter grandes êxitos com as turmas em que trabalho, desenvolvo uma prática interativa com os alunos,usando todas as tecnologias disponíveis na instituição, como sou um mediador na execução das exposições de trabalhos e outras atividades, uma vez que fazemos um planejamento coletivo, estou sempre aprendendo com meus colegas e alunos.
    Como a educação está em constante mudança, me adapto facilmente ao novo, aceito replanejar minhas ações quantas vezes for preciso, pois a vida de educador é um constante planejar.

    Milva R.O.Mendes
    Escola Estadual Alcides Mendes da Silva

    ResponderExcluir
  26. Sou uma educadora que é apaixonada pelo que faz.Trabalho na E.e.Miguel José da Cunha no Ensino Fundamental e procuro está sempre me inovando,pois a cada dia os desafios nos são lançados e cabe a nós desvendá-los e levá-los para a nossa sala de aula.Acredito que a educação é a chave DE tudo no mundo.Ilma Antunes Araújo Lopes.Porteirinha.03-07-2011.

    ResponderExcluir
  27. Sou professor de História a mais de 30 anos . Apesar de todo esse tempo procuro estar sempre antenada nas novas técnicas nas novas metodologias. Não podemos ficar alheios a um quadro de mudanças no ensino em geral . Para tanto necessitamos buscar meiose de facilitar a aprendizagem e propiciar aulas estimulantes, capazes de alcançar os objetivos estabelecidos .
    Procuro estar inserida nessa dinâmica que procura equilibrar o intenso processo de mudanças e a permanência de várias práticas e concepções.

    ResponderExcluir
  28. Sou uma educadora que é apaixonada pelo que faz.Trabalho na E.e.Miguel José da Cunha no Ensino Fundamental e procuro está sempre me inovando,pois a cada dia os desafios nos são lançados e cabe a nós desvendá-los e levá-los para a nossa sala de aula.Acredito que a educação é a chave DE tudo no mundo. Porteirinha.05-07-2011.

    ResponderExcluir
  29. QUEM SOU COMO PROFESSOR APRENDIZ.

    Eu sou Anei Mendes Santos, professora da Escola Estadual Miquel José da Cunha.
    Sobre as tecnologias existentes na escola são muitas, mas as mais utilizadas e a televisão e o DVD, com estes dois aparelhos passo filme e documentários facilitando assim a aprendizagem dos alunos.Exemplos,filme:Escola da vida.,documentários:O ser humano do embrião ao nascimento.Fases do ser humano de 0 aos 12 anos.Tres grandes pensadores wallon Piaget e Vigotsyky.
    Já o computador e mais utilizado por mim para digitar textos complementares, provas e fazer pesquisas.

    ResponderExcluir
  30. Sou professora de Língua Inglesa na EE Professor Dinoé Mendes e na EE Mestre Tomáz Valeriano de araújo .
    Adoro trabalhar com essa disciplina.
    Enfim ensinar é a base de conhecimentos sobre a qual as competências se exercitam na atuação profissional.

    ResponderExcluir
  31. Sou Suelene Dias de Oliveira Brito, casada, tenho uma filha de dois anos e dez meses que se chama Lavínya, ela é minha vida, minha razão de viver, meu tudo, trabalho na Escola Estadual professor Dinoé Mendes com língua portuguesa desde 2006. Atuo com alunos do 6º ao 9º ano e percebo a cada dia que não só ensino, mas aprendo também com eles.
    Como professora de Língua Portuguesa, procuro sempre buscar algo diferente para meus alunos, seja através da internet, livros, supervisora e também através dos meus colegas de área, acredito que essa troca de experiência é muito importante para meu conhecimento e crescimento profissional.

    ResponderExcluir
  32. O momento em que vivemos é necessário interagir com esse mundo tecnológico digital de leitura e escrita,para delas tentar inserir as mudanças que provavelmente estão ocorrendo na sociedade e no universo escolar.Pois nossas crianças já nasceram neste universo tecnológico e isso exige novas maneiras de lê o mundo e assim aprendemos e ensinamos e com isso aperfeiçoamos nossas práticas educacionais.

    ResponderExcluir
  33. COMO SOU COMO PROFESSOR E APRENDIZ.

    Diante dos novos tempos, em que vivemos, das mudanças tecnologicas,cientificas e culturais, os profissonais da educação e os alunos precisam estarem preparados para conviver e utilizara as novas tecnologias. Tendo assim autonomia na busca e seleções de informações, na produção de conhecimentos para resolver problemas da vida e do trabalho.



    Júlia Antunes Cantuária.
    E.E. PROFESSOR DINOÉ MENDES
    02 DE AGOSTO DE 2011

    ResponderExcluir
  34. Professora Eduviges
    Como professora e aprendiz temos que buscar sempre aperfeiçoamentos e acreditar em nossas possibilidades visando a troca mútua que é importante para um aprendizado condizente e eficaz naquilo que vamos realizar.A troca de experiências nos torna melhores a cada dia e é fundamental na nossa aprendizagem e nos capacitará cada vez mais.

    ResponderExcluir
  35. Janilde disse: Não podemos penssar em educação sem pensar em tecnologias.Está inserido neste mundo é mergulhar em novos conhecimentos,ter acesso as notícias em tempo real e poder compartilhar este momento com nossos alunos é muito importante, pois eles já vivenciam esses recursos diariamente,e temos que acompanhar esse novo método de ensinar.

    ResponderExcluir
  36. Durante o curso sobre recursos tecnológicos tive a oportunidade de conhecer melhor o portal do professor,e ter acesso a grandes novidades que serão muito importantes na elaboração das minhas aulas e consequentimente enriquecer minhas aulas.São sugestões riquissímas que vale a pena todos conhecerem.

    ResponderExcluir
  37. Eu como professor e aprendiz, busco despertar a curiosidade dos meus alunos,ulizando sempre que possivel utilizando de novos recursos tecnológicos, desenvolvendo uma prática interativa com os alunos, ensinando e aprendendo com eles, mudando assim para melhor minha forma de ensinar.

    ResponderExcluir
  38. Temos que nos conectar com mundo para prepararmos para um novo modelo de educação.
    E.E.Ione Silveira Mendes - Mato Verde

    ResponderExcluir
  39. Somos professores de uma geração nativa tecnológicamente e se não nos apressarmos para acompanhá-los eles estarão sempre em nossa frente. Claro que, dar boas aulas não significa somente usar estas novas tecnologias, nossa boa preparação, e os velhos cuspe e giz nunca serão dispensados. Devemos sim aliar estas duas coisas para abrilhantar nosso trabalho e procurar ser para nossos alunos o que eles esperam de nós, sem nunca deixar de surpreendê-los. Pois, são estas surpresas que os deixarão com mais vontade de aprender.

    ResponderExcluir
  40. Eu,Mônica Dias,professora do ensino médio e fundamental vejo que diante deste mundo globalizado, nós professores, somos obrigados a buscar novas fontes de pesquisas, a conhecer novos mundos e enfrentar novos desafios. A aprendizagem, só acontece quando há empenho e interesse de ambas as partes, portanto é necessário que haja interação entre professor-aluno. Portanto, como professor e aprendiz estou pronta para descobertas e buscas diante desse novo paradigma.

    ResponderExcluir
  41. Quem sou como professor e aprendiz?

    Diante da realidade dos alunos, tenho uma clientela bem diversificada, alunos com interesse em participar das aulas e outros que me deixam a desejar, ou seja, aqueles que só querem atrapalhar. Fico um pouco desanimada para enfrentar as dificuldades do dia-a-dia, mas nem por isso vou deixar aqueles que realmente desejam adquirir conhecimentos.
    Procuro desenvolver uma prática levando os alunos a questionar na sua maneira de agir, a trocar experiências de vida, ouvindo ideias, um desafio que ao longo do tempo vou aprender com os alunos, colegas de escola, enfim encontrar outros recursos que auxiliam na minha prática docente.
    Com muita persistência tento mudar constantemente meu planejamento para que os alunos aprendam de uma forma mais clara diante da matéria, diversificar a minha aula será uma maneira clara que os alunos se sentem seguro, mas ao mesmo tempo tenho a sensação de que sempre falta alguma coisa para que eu possa finalizar minha aula.

    ResponderExcluir
  42. Que sou como professor e aprendiz?
    Aluna.Eternamente aluna.

    ResponderExcluir
  43. Quem sou como professor e aprendiz?
    Aluna mesmo e das bem aplicadas.Ha horas tô aqui cutucando, tentando fazer esta postagem.Já escrevi tantas coisas a respeito do meu perfil como professora e aprendiz,mas perdi tudo cada vez que tentava descobrir como postar.Professora Evaneide já se dando por satisfeita hoje após essa vitória.

    ResponderExcluir
  44. Não existe nada mais fascinante para mim nesta vida do que a aprendizagem, pois ela é uma janela que se abre para um horizonte que não se chega ao fim, e o conhecimento para mim é isto, algo que deve ser renovado a cada dia, o educador que se preocupa em ensinar jamis ficará estagnado, utilizando as mesma metodologias dos antepassados, é preciso inovar, buscar ser sempre melhor, e hoje os recursos tecnológicos auxiliam e muito o professor.

    ResponderExcluir
  45. Quem sou como professor e aprendiz?
    Diante do meu trabalho procuro buscar novas tecnologia de acordo o meu domínio e conhecimentos dos alunos assim, como professora estarei ensinados e aprendendo juntamente com eles.
    Pois, teremos uma interação professor X aluno, onde haverá uma troca de conhecimento. Procuro buscar informações com colegas, alunos para que posso enriquecer o meu trabalho e despertar o interesse dos alunos.

    Pesquisas, questionamentos, trocas de informações e uma forma de enriquecer o meu trabalho e desperta o aluno diante de novas tecnologias, assim mim sinto realizada com os avanços tecnológicos.

    ResponderExcluir
  46. Quando o professor planeja a sua aula visando a aprendizagem do aluno, tudo se torna mais fácil e com isso o professor adquire mais conhecimento junto com o seu aluno.

    ResponderExcluir
  47. Acredito que em alguns momentos consigo despertar a curiosidade dos meus alunos,porém nos dias de hoje,está cada vez mais raro esse feito,pois ainda não estou tão íntima dos recursos tecnológicos existentes. Me sinto um verdadeiro peixe fora d'agua, uma analfabeta digital.
    Poucas foram as vezes em que utilizei desses recursos,então não posso dizer que estou preparando meus alunos para os novos sistemas culturais de representação do pensamento. Como preparar se não me sinto preparada?
    Com frequência procuro interagir com os meus alunos,trocando idéias,conhecimentos sempre respeitando sua maneira de ser , agir e seu tempo de aprender. Aprendo muito com todos eles, especialmente sobre as novas tecnologias. Também recorro com certa frequencia aos colegas que tem mais facilidade com as máquinas, o que me salva de vez em quando.
    Depois de tanto tempo trabalhando na educação me sinto na obrigação de me renovar, me reciclar para atrair meus alunos. Admitir minha ignorância com relação ao novo nem sempre é confortável,muitas vezes vem acompanhado de muito receio.

    Ps: Depois da oficina, já não me sinto mais uma analfabeta digital, pelo contrário, já estou intima das novas tecnologias.

    Obrigada Juliana e Anderson
    Beijos,
    Branca

    ResponderExcluir
  48. Como sou como professor e aprendiz
    Ser professora do sec. XXI não é fácil. Trabalhamos com alunos que nasceram na era tecnológica, lidam com facilidade com os novos recursos e, aliás, lidam 24 horas por dia. Para atrair a atenção desses alunos para nossas aulas, precisamos dominar esses recursos, ou pelo menos, nos dispor à aprendizagem para uma boa interação com os discentes. Não há como negar a tecnologia. Ou o professor acompanha ou atua na contramão de si mesmo. E, como trabalho com adolescentes, gosto de manter uma boa interação com eles, para um bom rendimento de minhas aulas. Procuro sempre inovar, dinamizando minhas aulas e buscando estratégias que despertem a curiosidade dos alunos para o conhecimento em questão. Sou muito versátil, não gosto de mesmice, então estou sempre operando mudanças, não só em minhas aulas, como também em minha vida. As dificuldades? Deparo-me com muitas, mas, como gosto de desafios, busco ajuda, pesquiso, leio muito, planejo, insisto, estudo, acredito... “Continuo buscando, reprocurando/Ensino porque busco, porque indaguei,/porque indago e me indago. Pesquiso/para conhecer o que ainda não conheço/e comunicar e anunciar a novidade.” (Paulo Freire)

    ResponderExcluir
  49. Ola pessoal, acessei um vídeo no you tube sobre Preservação Ambiental muito bom para ser trabalhado em sala de aula.
    Espero que você goste.
    Abraços

    ResponderExcluir
  50. Eu como muitos professores somos na verdade pessoas sedentas de novos conhecimentos. Precisamos estar atualizados, pois lidamos com um público que é jovem e que anseia por novidades.
    Aprender é algo grandioso que acontece sistemáticamente ou não, mas quando é sistematizado o conhecimento toma novos rumos, é capaz de mudar vidas, é capaz de criar novas realidades. É isso que estamos buscando quando nos embrenhamos num novo projeto, num novo sonho de mudança.
    É preciso criar, é preciso inovar, é preciso ter coragem para tentar o novo. Ser professor é ser inovador, é ser mestre e ser aprendiz. Como mestres temos a missão de orientar nossos alunos, como aprendizes temos o intento de ousar crer, que aprendendo faremos de nós mesmos e de nossos alunos, pessoas melhores.
    Valdicléia, prof. Química. E. E. Venceslau Brás

    ResponderExcluir
  51. Quem sou como professora e aprendiz?



    A
    credito que ser professora hoje é um desafio, sou professora e uma eterna aprendiz, porque necessito de me aperfeiçoar a cada dia e a cada momento. Preciso a todos os momentos melhorar as minhas ferramentas tecnológicas para que venha facilitar e inovar as minhas praticas pedagógicas junto ao meu aluno. Estou em um mundo globalizado onde a minha prática diz como sou professora e aprendiz.
    O meu desafio é melhorar os meus conhecimentos tecnológicos e proporcionar ao meu aluno uma educação de qualidade. Preciso muito melhorar os meus conhecimentos, sinto que ser professora nos dias atuais é um desafio, pois a evolução tecnológica tomou conta do espaço e se o professor não se adequar, nunca vai conseguir chegar lá. Vejo que ainda tenho muito aprender, mas através dos estudos em grupo tenho certeza que aprenderei inovações desafiadoras do mundo em evolução. Como aprendiz procura sempre entender o que devo fazer para melhorar os meus conhecimentos. No meu dia a dia tento contribuir com o essencial e mais pratico a fim de me doar como professora e educadora para o meu educando.
    Sinto que o mundo pedagógico caminha para melhora e com certeza eu nesta pratica de constante inovação caminho para o aperfeiçoamento das mídias do momento, o aprendizado ao longo da vida pode acontecer e é com este pensamento que o aluno de hoje está a espera de um professor que leve para ele técnicas e inovações convincentes, que possa atender as suas expectativas do seu cotidiano.
    Sirlene Alves de Miranda E.E.Venceslau Brás

    ResponderExcluir
  52. Quem Sou como professora Aprendiz

    Sou uma educadora que está sempre aberta a novos desafios. Estamos vivendo num mundo globalizado onde as tecnologias estão cada vez mais avançadas e sei da necessidade de saber lidar, manusear com o computador principalmente nas minhas práticas pedagógicas.
    Estou sempre aprendendo, inteirando com os alunos, com os colegas de trabalho, esta interação é muito importante para o crescimento e aprendizagem de todos.

    ResponderExcluir
  53. Quem sou como professora e aprendiz
    Eu como professora ....


    Quem sou eu como professor e aprendiz? Vivemos em meio a uma diversidade de informações disponíveis para todos e de diversas formas. Na minha vivência como docente, observo que é necessário, buscarmos novos conhecimentos, novas possibilidades a fim de envolvermos nossos alunos nesse mundo multicultural, para que eles expandam seus conhecimentos, se tornem cidadãos que se adequem as necessidades que lhes são impostas nesse mundo em constante mudança. Procuro, na medida do possível, estar me atualizando, para que eu possa dar minha contribuição. A medida que convivemos dia a dia com nossos alunos, temos a possibilidade de descobrir quais são suas necessidades, seus interesses e dessa forma, é possível nos amoldarmos, seja no que se refere ao conteúdo, novas metodologias de ensino e aprendizagem. Não devemos de maneira nenhuma desconsiderar suas opiniões, pensamentos, pMCK018C.jpgois estes também são também um auxílio para decidirmos qual caminho iremos enveredar nesse processo de ensino e aprendizagem. Para que isso aconteça, o professor necessita estar o tempo todo interagindo com o mundo que o cerca, pois nesse novo contexto, educar deve ser, então, colaborar para que alunos estejam inseridos num processo permanente de aprendizagem. Devemos trabalhar de tal forma que o aluno seja capaz produzir conhecimento. Como professora devo estar aberta às novas formas de desenvolver meu trabalho. Estamos nos deparando com novas formas de aprender e nos relacionar com o conhecimento, ao mesmo tempo devemos estar preparando nossos alunos para esse novo contexto no qual estão inseridos. Assim, todos nós devemos nos qualificar para enfrentar esses e outros desafios que se seguirão.

    ResponderExcluir
  54. Quem sou como professora... Quem sou como aprendiz... Diante dessas duas perguntas imediatamente responderei que não sou a dona do saber, estou em constante aprendizado. Diante desse novo paradigma,dessa nova realidade das escolas que é ensinar utilizando os meios tecnológicos confirmo a minha insegurança, a minha ansiedade e o meu desejo de trabalhar com essas inovações. Percebo o quanto dominar essa tecnologia não é facil, mas acredito que a mesma possibilita no ser humano uma capacidade de interagir e integrar e mesmo intervir construtivamente na realidade, expressando e comunicando através dos meios tecnológicos as suas ideias e emoções, de modo criativo, adequado e eficaz, construindo conceitos nas múltiplas áreas do conhecimento como um produto cultural associado ao conteúdo programático.Desse modo, a necessidade de educar usando o avanços tecnológicos e que auxilem os alunos no contexto familiar e profissional para os mesmos conseguir obter mais oportunidade na sociedade a qual está inserido.

    ResponderExcluir
  55. Meu nome é Vicencia Fernanda de Souza,trabalho na Escola Estadual Venceslau Brás
    com a disciplina de geografia no ensino funadamental e médio.Nas minhas aulas procuro sempre
    informar aos meus alunos a importantância de eles aprenderem os novos sistemas de representaçaõ do pensamento, pois nos lidamos o tempo todo com tecnologia,porém eu mesma sinto dificuldade de lidar com algumas das novas tecnologias, pois ainda sinto medo de errar perante meus alunos .Sei que ainda deixo a desejar quanto a usar algumas das novas uma prática interativa como o uso do data chow, mas quando tenho difficuldade peço ajuda aos meus colegas de trabalho para não ficar de fora dessa era tão fascinante e proveitosa para a educação e o mundo e geral.
    Depois que comecei a utilizar as novas tecnologias como computador e internet, minhas aulas começaram a ficar mais interessantes e menos cansativas e proveitosas e permitiu também resolver outros problemas do meu cotidiano.Hoje sinto mais confortável e meu trabalho rendeu muito mais e por isso quero interagir mais nesse mundo digital, para que minhas aulas seja cada dia mais interessantes e proveitosas.

    ResponderExcluir
  56. Como professor em uso de biblioteca e ministro aulas de geografia no ensino fundamental e médio da escola Venceslau Brás. Diante dos avanços tecnológicos que a sociedade moderna nos oferece sinto na obrigação de me inteirar dessa modernidade para melhor desenvolver o meu trabalho tanto em sala de aula quanto no auxílio das pesquisas dentro da biblioteca escolar.
    Os alunos precisam serem preparados para profissões que ainda não existam no mercado de trabalho , portanto é necessário inovar cada vez mais a nossa prática pedagógica para despertar nos educandos a curiosidade e o desejo de buscar cada vez mais a conclusão dos seus objetivos. Dentro desse processo de ensino aprendizagem há sempre uma troca de idéias ,vamos aprendendo com os alunos que em determinados assuntos apresentam muitas vezes capacidades superiores as nossas ,principalmente quando se refere as inovações tecnológicas . Por isso é interessante o apoio pedagógico escolar e a troca de idéias com colegas de trabalho para facilitar essa nova maneira de ensinar , dando a cada um de nós conforto e segurança ao transmitir as informações do dia – a- dia de trabalho.

    ResponderExcluir
  57. Diante do convívio direto com o professor, sempre procuro estar atento as novas mudanças para poder levar o novo sem causar certos constrangimentos Demonstrando de forma carinhosa a importância de cada um. Dentro do possível, procuro repassar e preparar meus colegas para uma prática pedagógica voltada diretamente para o aluno ou seja para que possa atender a necessidade de cada um. Costumo estar atenta e ouvir tantos as idéias como opiniões dos alunos,buscando uma relaçâo amigável na verdade uma troca de conhecimentos onde todos alunos e colegas são valorizados . Reconheço que tenho a necessidade de aprender muito, isto até para que possa haver mais conhecimento e aprendizado.

    ResponderExcluir

Tecnologia na Educação